24 de mai de 2013

Como surgem as nossas cores.

A construção de uma nova textura espacial, na VL. Santa Inês/ NSª Aparecida, é uma trabalho lento e cotidiano.
 Com a realização de oficinas de cerâmica artesanal, a população da Stª. Inês viu a sua força de trabalho ser revertida, com a  melhoria no seu quintal, que aqui é a rua. 
E essa missão continua, nas mãos das 16 crianças e jovens inscritos nas oficinas no Atelie  AZU. Começa a pintura de azulejos, para dar mais cor e uma nova textura para Viela São José.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar sua opinião sobre nosso trabalho!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores